Categorias:

União das Academias de Muriaé protestam: ‘Atividade física é essencial’

Os profissionais de Educação Física estão protestando em Muriaé contra o fato de não poderem exercer suas funções. Muriaé entrou para a Onda Roxa, e dessa forma, só os serviços considerados essenciais podem funcionar, porém, existem restrições.

Diante da situação, as academias de Muriaé se uniram para fazer com que suas vozes sejam escutadas. A academia pertence a um dos setores mais afetados pela pandemia. Por diversos meses os estabelecimentos permaneceram fechados.

O protesto está sendo direcionado ao prefeito de Muriaé, senhor José Braz e ao governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

Na imagem que está sendo amplamente compartilhada pela sociedade de Muriaé está escrito o seguinte: “Atividade física é essencial para a saúde e qualidade de vida!”

Na legenda da imagem está a seguinte explicação:

“O sedentarismo vem sendo combatido a vários anos por organizações como o Colégio Americano de Medicina do Esporte e a Organização Mundial de Saúde, tendo em vista os efeitos deletérios sobre o sistema cardiovascular, muscular esquelético e até mesmo na qualidade de vida, o que envolve aspectos físicos e psicológicos.
🎯 O mundo contemporâneo está convivendo com uma situação paradoxal, onde estratégias de lockdwon são adotadas na tentativa de frear a disseminação do novo Coronavírus.
🎯 O número de mortes pela pandemia de COVID-19 é exorbitante, aproximadamente 500.000 mortes só no primeiro semestre de 2020, de acordo com a OMS.
🎯Comorbidades como Diabetes e Obesidade são reconhecidos como fatores que agravam o quadro da COVID-19, aumentando o risco de desenvolvimento da forma grave da doença, o que impacta em maiores gastos com saúde pelos órgãos públicos (Federação, estados, municípios), além de aumentar o número de mortes.
🎯 O sedentarismo está associado à maior prevalência de Diabetes e Obesidade, devendo, portanto, ser combatido e não imposto à população com o fechamento dos centros de treinamento.
🎯 Trata-se de um investimento em saúde. O quadro atual indica que, ao contrário do que pensávamos, a pandemia não está próxima de acabar, e impor mais um longo período de bloqueio das academias pode tornar a população ainda mais vulnerável ao desenvolvimento da forma grave da COVID-19.
🎯 A imposição de rigorosas normas de funcionamento e a devida fiscalização e sanções aos que não as cumprirem são bem vindas, o bloqueio das academias não.
🎯 Queremos promover saúde, a população precisa de saúde, atividade física realizada com acompanhamento profissional e em local adequado não é luxo, é necessidade.”

Logo abaixo confira a postagem feita pelo profissional de Educação Física, Max Torres:

O profissional Léo Perereira também mostrou sua indignação:

O personal Paulo VItor também aderiu ao protesto e fez uma publicação em seu perfil oficial no Instagram:

Assim como eles, dezenas de outros profissionais da área de Educação Física tem protestado contra a atual decisão. E você, o que pensa a respeito do fechamento das academias?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *